V TORNEIO DE SANSHOU

Sábado, dia 08 de maio, o Ginásio do Colégio Sagrado Coração, na Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo, recebeu a 5ª edição do Torneio de Sanshou, promovido pela Liga Nacional de Sanda. Foram mais de 500 ingressos vendidos para assistir 20 lutas, desde o nível iniciante ao avançado. Pela primeira vez, o torneio contou com uma luta profissional de Sanda, travada entre Gilvan Alves e Celsinho. O evento teve início à s 16h00 do último sábado, dia 8 de maio e terminou por volta das 20h. Nenhum lutador sofreu lesões graves, o que marca a preocupação da organização do evento pela integridade física dos atletas participantes. Uma das lutas foi paralisada pela diferença técnica muito grande entre os dois atletas, de forma a preservá-los.

O 5º Torneio de Sanshou foi realizado pela Escola Kuan Kun de Kung Fu, localizada na Zona Leste de São Paulo, e parte integrante da Associação de escolas cuja matriz é o Instituto de Kung Fu Shaolin. Os professores Marco Antonio e Fabiano lideraram a equipe que transformou o ginásio da escola em um palco para as 20 lutas de SanShou. O ginásio onde ocorreu o evento teve dimensões menores que o da última edição, realizada no Ginásio da Universidade Paulista, na Cidade Universitária, Zona Oeste de São Paulo. Entretanto esta redução de espaço acabou favorecendo o efeito da torcida, que ficou muito mais “próxima” dos atletas.

A luta mais aguardada da noite foi a de Gilvan Alves, do Instituto de Kung Fu Shaolin, contra Celsinho. Gilvan venceu os 3 primeiros rounds em um embate equilibrado entre os dois atletas, garantindo a pontuação necessária para vencer a luta. A luta terminou apóss o 3º round por nocaute técnico do atleta Gilvan sobre o atleta Celsinho. Da Academia Punho da Pantera lutaram o estreante Marco Burghi, que encontrou dificuldade em aplicar suas técnicas e também Marcel Eduardo (Nata), que ganhou a luta sem dar chances ao adversário.

De acordo com a organização do evento, as torcidas mais animadas foram as da Academia Punho da Pantera e da matriz do próprio Instituto. As duas travavam seus próprios combates utilizando gritos de guerra, apitos e cornetas. Uma festa que divertiu todos os presentes. Segundo a organização da Liga Nacional de Sanda, a previsão é que o próximo campeonato seja realizado ainda em São Paulo, juntamente com um Campeonato de Kung Fu Tradicional do Instituto de Kung Fu Shaolin. No próximo ano, haverá eventos em Campinas e Cascavel, no Paraná, onde o Instituto também conta com a academia associada Impact Kung Fu, do Sifu Volnei Manica.

Parabéns aos atletas e agradecimentos a toda torcida da Academia Punho da Pantera e a fotógrafa Lubi Cuelbas por registrar esse momento.

Confira abaixo a participação da nossa escola: